segunda-feira, 1 de agosto de 2011

A beleza dos dias de chuva




- Ah, vovó... Está chovendo, não vou poder sair de casa para brincar! – disse a pequena Manuela
- Minha querida, os dias de chuva são tão importantes quanto os dias de sol. Os dias de chuva dividem as pessoas em pessimistas e otimistas. As pessimistas reclamam da chuva, reclamam que molharam o sapato, que não vão poder sair de casa. As otimistas agradecem que a chuva pode molhar as plantinhas, quando podem, aproveitam para ver um filme, descansar. Escutam a chuva como se fosse uma música da natureza, e dançam com as gotas que escorrem pelo céu.
- Mas quando tem sol é mais bonito, vovó!
- Os dias de chuva são tão belos quanto os dias de sol. Mas cada um do seu jeito, com a sua beleza particular e única, que podemos aprender a ver, com bondade no olhar. Não podemos compará-los, pois eles são diferentes. Podemos aceitá-los e aprender a tirar o melhor deles, pensar nas vantagens, nas qualidades, e agradecer!
-Então eu vou agradecer pela chuva!
- Você sabia que existe um tipo de dança ritual, chamada “dança da chuva” que é realizada em certas comunidades com a finalidade de propiciar chuvas para a colheita? A água purifica, limpa, fecunda. A chuva muitas vezes é uma benção. A chuva é um reflexo da sabedoria da natureza, que procura se auto-regular. A chuva é um convite para a introspecção, ficar em contato com você mesma! – completou a sábia avó.
- Olha vovó, está saindo o sol!!! Ah... Vai dar arco-íris!!! Que lindo!!!
- Se você quer ver o arco-íris, precisa aprender a gostar da chuva também!
- Agora eu também gosto da chuva! Mas gosto ainda mais do arco-íris!
- Sabe, minha netinha, a vida é como um arco-íris...
“Precisamos de todas as cores para viver plenamente:
No vermelho brincamos, com entusiasmo e paixão
No alaranjado sorrimos com alegria e animação
No amarelo aprendemos todas as lições com atenção
No verde compartilhamos, pois temos saúde e disposição
No azul dançamos e cantamos no ritmo da criação
No violeta contemplamos, meditamos com o coração
E no branco agradecemos todas as cores que a vida nos traz
Para pintarmos nossos dias com leveza, ternura e paz...
Faça chuva ou faça sol!”

Autora: Gabriele de Oliveira Ribas

Um comentário:

Secret Camouflage disse...

Que lindo isso! Amamos!!

Beijoss
@3DOOTS